quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

2º Dia da Novena à Virgem da Ternura


Oração de invocação ao Espírito Santo – Sequência do Espírito Santo

Vem, ó Santo Espírito 
Manda do céu a todos nós
Um raio da tua luz, um raio de luz
Vem ó Pai do pobres,
Vem, doador de tantos dons,
Luz de cada coração, dos corações.

1. Consolador perfeito,
Hóspede doce da alma,
Suave alegria, suave alegria.
Na fadiga, repouso;
No calor, restauro;
Em todo pranto, conforto,
Em todo pranto, conforto.
Vem ó Santo Espírito…

2. Luz beatíssima,
Invade os nossos corações.
Sem a tua força, nada,
Nada existe no homem.
Lava o que é impuro,
Aquece o que é frio,
Eleva o decaído,
Eleva o decaído.
Vem ó Santo Espírito…

3. Doa a todos os teus fiéis,
Que confiam sempre em ti,
Os teus santos dons, os teus santos dons. Doa virtude e prêmio,
Doa morte santa, Doa alegria eterna, Doa alegria eterna.
Vem ó Santo Espírito…


Leitura – Lucas 1, 39-45  

A visitação39 Naqueles dias, Maria pôs-se a caminho para a região montanhosa, dirigindo-se apressadamente a uma cidade de Judá. 40Entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel. 41Ora, quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança lhe estremeceu no ventre e Isabel ficou repleta do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: ‘Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto de teu ventre! 43Donde me vem que a mãe do meu Senhor me visite? 44Pois quando a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria em meu ventre. 45Feliz aquela que creu, pois o que lhe foi dito da parte do Senhor será cumprido!’”.

Meditação

Isabel proclama duas bênçãos sobre Maria, que são crescentes em importância: a primeira é sobre a maternidade física do Messias, em que ela diz: “tu és bendita entre todas as mulheres, e bendito é o filho que levas em teu seio” (Lc 1,42). Esta saudação é semelhante à da mulher que, já no tempo do ministério público de Jesus, disse no meio da multidão: “felizes as entranhas que te geraram, e os seios que te amamentaram” (Lc 11,27); ao que o próprio Jesus respondeu: “felizes antes os que ouvem a Palavra de Deus e a põe em prática” (Lc 11,28). É por isso que a segunda bênção de Isabel sobre Maria é muito mais profunda, demonstrando uma maior dignidade: “bem-aventurada és tu que acreditaste naquilo que foi dito pelo Senhor” (Lc 1,45).
A maior dignidade de Maria advém de ser ela a primeira discípula de Jesus, porque acreditou e acolheu a Palavra de Deus em sua vida. Com isso, podemos chegar à conclusão de que Maria é duplamente bem-aventurada: primeiro por ser a mãe do Messias; e segundo, porque acreditou na Palavra do Senhor, como discípula. A segunda bem-aventurança é a mais importante.

(se a novena for feita pessoalmente, faça um momento de silêncio para meditar)
(se for feita em grupo, é o momento para a partilha)

Oração do dia:

Ó Virgem da Ternura, tu que és “bem-aventurada porque acreditaste”, ajuda-nos a crescer na fé no Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo, e que esta fé nos impulsione a nos colocar apressadamente a serviço do outro.
data-blogger-escaped-comment-EndFragment
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo…

Consagração à Virgem da Ternura

Consagro-me a ti, ó Virgem da Ternura, tu que és a amada filha de Deus Pai, obediente esposa do Espírito Santo e mãe amorosa de Jesus. A tua íntima relação com a Trindade santa te transfigurou num grau de beleza, doçura e ternura jamais alcançados por nenhuma outra criatura do céu ou da terra. 
Ó Virgem da Ternura, tu que és bela, atrai meus sentidos, afetos e faculdades para Jesus para que assim eu possa conhecê-Lo como “Caminho, Verdade e Vida”. 
Ó Virgem da Ternura, tu que foste plenamente dócil a Deus, ensina-me o caminho da obediência ao teu Filho Jesus, para que eu possa dizer como São Pedro: “a quem iremos, só tu tens palavras de vida eterna”. 
Ó Virgem da Ternura, tu que, ao conviver íntima e profundamente com teu Filho Jesus, te tornaste toda terna, ensina-me o caminho da intimidade com Ele, para que eu também possa dizer como São Paulo: “já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”.
Por fim, ó mãe bela, doce e terna, como filho confiante na tua união com teu amado Jesus, peço a graça.... (pedido pessoal), sabendo que serei atendido conforme a vontade do Pai, que me ama e sabe o que é melhor para mim. Amém.

Pai nosso...

Ave-Maria...


quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

1º Dia da Novena a Virgem da Ternura



Oração de invocação ao Espírito Santo – Veni, creator

Oh vinde, Espírito Criador, as nossas almas visitai. E enchei os nossos corações com vossos dons celestiais. Vós sois chamados o Intercessor, do Deus excelso o dom sem par, A fonte viva, o fogo, o amor, a unção divina e salutar. Sois doador dos sete dons. E sois poder na mão do Pai, por ele prometido a nós, Por nós seus feitos proclamais. A nossa mente iluminai, os corações enchei de amor. Nossa fraqueza encorajai, qual força eterna e protetor. Nosso inimigo repeli. E concedei-nos vossa paz; Se pela graça nos guiais, o mal deixamos para trás. Ao Pai e ao Filho salvador por vós possamos conhecer, que procedeis do seu amor. Fazei-nos sempre firmes crer.

Leitura – Lucas 1, 26-38

A anunciação26”No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 27a uma virgem desposada com um varão chamado José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. 28Entrando onde ela estava, disse-lhe: "Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!" 29Ela ficou intrigada com essa palavra e pôs-se a pensar qual seria o significado da saudação. 30O Anjo, porém, acrescentou: "Não temas, Maria! Encontraste graça junto de Deus. 31Eis que conceberás no teu seio e darás à luz um filho, e tu o chamarás com o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; 33ele reinará na casa de Jacó para sempre, e o seu reinado não terá fim". 34Maria, porém, disse ao Anjo: "Como é que vai ser isso, se eu não conheço homem algum?"35O anjo lhe respondeu: "O Espírito Santo virá sobre ti e o poder do Altíssimo vai te cobrir com a sua sombra; por isso o Santo que nascer será chamado Filho de Deus. 36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice, e este é o sexto mês para aquela que chamavam de estéril.37Para Deus, com efeito, nada é impossível." 38Disse, então, Maria: "Eu sou a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!" E o Anjo a deixou”.

Meditação

O diálogo do Arcanjo Gabriel com a Virgem Maria é um diálogo entre Deus – representado pelo Arcanjo – e a humanidade, representada pela Virgem Maria. O sim de Nossa Senhora possibilitou que o Verbo eterno do Pai se fizesse homem na pessoa de Jesus, e assim o Eterno entrou no tempo para salvar toda a humanidade.
Unamo-nos ao sim da Virgem para que, pela força do Espírito Santo, Jesus seja gerado nos nossos corações e, junto com a Virgem Maria, nossa vida se torne um autêntico “Por Cristo, com Cristo e em Cristo”.

(se a novena for feita pessoalmente, faça um momento de silêncio para meditar)
(se for feita em grupo, é o momento para a partilha)

Oração do dia:

Ó Virgem da Ternura, tu que disseste: “faça-se em mim segundo a vossa vontade” (Lc 1,38), ajudai-nos a conhecer a Jesus e em tudo fazer a vontade do teu amado Filho, para que assim sejamos transfigurados em Cristo.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo...


Consagração à Virgem da Ternura

Consagro-me a ti, ó Virgem da Ternura, tu que és a amada filha de Deus Pai, obediente esposa do Espírito Santo e mãe amorosa de Jesus. A tua íntima relação com a Trindade santa te transfigurou num grau de beleza, doçura e ternura jamais alcançados por nenhuma outra criatura do céu ou da terra.
Ó Virgem da Ternura, tu que és bela, atrai meus sentidos, afetos e faculdades para Jesus para que assim eu possa conhecê-Lo como “Caminho, Verdade e Vida”.
Ó Virgem da Ternura, tu que foste plenamente dócil a Deus, ensina-me o caminho da obediência ao teu Filho Jesus, para que eu possa dizer como São Pedro: “a quem iremos, só tu tens palavras de vida eterna”.
Ó Virgem da Ternura, tu que, ao conviver íntima e profundamente com teu Filho Jesus, te tornaste toda terna, ensina-me o caminho da intimidade com Ele, para que eu também possa dizer como São Paulo: “já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”.
Por fim, ó mãe bela, doce e terna, como filho confiante na tua união com teu amado Jesus, peço a graça.... (pedido pessoal), sabendo que serei atendido conforme a vontade do Pai, que me ama e sabe o que é melhor para mim. Amém.

Pai nosso...
 Ave-Maria

Reze conosco a os outros dias da Novena:

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Feliz Natal!



“O anjo então lhes disse: “Não tenhais medo! Eu vos anuncio uma grande alegria, que será também a de todo o povo: hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós o Salvador, que é o Cristo Senhor!”

O Natal é Jesus! Quando esquecemos ou negligenciamos esta verdade, e deixamos de compreender que no Natal Deus veio ao encontro da humanidade, movido pelo seu grande amor para conosco, esta festa se torna um momento de sentimentalismo, que, no final, nos traz nostalgia e tristeza, pelas lembranças de natais passados e pessoas que já se foram.
Para muitas pessoas o Natal é uma festa triste. E pode tornar-se triste também para cada um de nós, quando deixamos que coisas secundárias, como: os presentes, as reuniões familiares e as confraternizações ocupem o lugar central desta festa. Porque, apesar de tudo isso poder ser complemento secundário do Natal, quando ocupam o lugar central, mais cedo ou mais tarde, serão motivo de tristeza.
A alegria do Natal é Deus que se faz homem na pessoa de Jesus. Assim, a alegria do Natal é Jesus!
É isto que desejo neste Natal: que o seu coração seja uma manjedoura, onde o menino Jesus possa nascer, e, junto com Ele, a verdadeira alegria.

Feliz Natal!

Para motivar esta alegria, coloco abaixo o solene anúncio das calendas do Natal:

Anunciamo-vos, irmãos, uma boa notícia,
uma grande alegria para todo o povo: escutai-a com o coração alegre.
Tinham passado milhares e milhares de anos
desde que, no princípio, Deus criou o céu e a terra e fez o homem à sua imagem e semelhança: e milhares e milhares de anos desde que cessou o dilúvio e o Altíssimo fez resplandecer o arco-íris, sinal de aliança e de paz. Cerca de dois mil anos depois que Abraão,
nosso pai na fé, deixou a sua pátria;
mil duzentos e cinquenta anos depois que os israelitas, guiados por Moisés, saíram do Egito; mil anos depois da unção de Davi como rei; no ano 752 da fundação de Roma:
no ano 42 do império de Cesar Augusto,
enquanto sobre toda a terra reinava a paz, há 2016 anos, em Belém de Judá, humilde povoação de Israel, ocupado então pelos romanos, numa gruta, porque não tinham lugar na pousada de Maria Virgem, esposa de José, da casa e família de David,
Nasceu Jesus, Deus eterno, Filho do eterno Pai e homem verdadeiro, chamado Messias e Cristo, que é o salvador que a humanidade esperava.

São os votos de Cesar Augusto e Marjorie
Movimento da Transfiguração

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

7º Dia da Novena à Virgem da Ternura


Oração de invocação ao Espírito Santo – Sequência do Espírito Santo

Vem ó Santo Espírito,
Manda do céu a todos nós
Um raio da tua luz, um raio de luz
Vem ó Pai do pobres,
Vem, doador de tantos dons,
Luz de cada coração, dos corações.

1. Consolador perfeito,
Hóspede doce da alma,
Suave alegria, suave alegria.
Na fadiga, repouso;
No calor, restauro;
Em todo pranto, conforto,
Em todo pranto, conforto.
Vem ó Santo Espírito…
2. Luz beatíssima,
Invade os nossos corações.
Sem a tua força, nada,
Nada existe no homem.
Lava o que é impuro,
Aquece o que é frio,
Eleva o decaído,
Eleva o decaído.
Vem ó Santo Espírito…
3. Doa a todos os teus fiéis,
Que confiam sempre em ti,
Os teus santos dons, os teus santos dons. Doa virtude e prêmio,
Doa morte santa, Doa alegria eterna, Doa alegria eterna.
Vem ó Santo Espírito...

Leitura – João 19, 25-30

Jesus e sua mãe25“Perto da cruz de Jesus, permaneciam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Clopas, e Maria Madalena. 26Jesus, então, vendo sua mãe e, perto dela, o discípulo a quem amava, disse à sua mãe: "Mulher, eis o teu filho!" 27Depois disse ao discípulo: "Eis a tua mãe!" E a partir dessa hora, o discípulo a recebeu em sua casa.
A morte de Jesus28Depois, sabendo Jesus que tudo estava consumado, disse, para que se cumprisse a Escritura até o fim: "Tenho sede!" 29Estava ali um vaso cheio de vinagre. Fixando, então, uma esponja embebida de vinagre num ramo de hissopo, levaram-na à sua boca. 30Quando Jesus tomou o vinagre, disse: "Está consumado!" E, inclinando a cabeça, entregou o espírito”.

Meditação

Ao contemplarmos a morte de Jesus na cruz, mergulhamos no insondável amor de Deus por nós, amor que jamais conseguiremos medir e experimentar profundamente, nem mesmo após a nossa morte, na eternidade. Esse amor é como um grande oceano, que nossa vista nunca consegue alcançar o outro lado, mas podemos mergulhar nesse oceano e, assim, ficarmos completamente envolvidos por ele. Seguindo esse exemplo, podemos fazer o mesmo com o amor de Deus: mergulhar nesse oceano infinito de amor pela fé e nos deixar envolver completamente por ele.

Na cruz, momento maior da manifestação do amor de Deus, Jesus entrega sua mãe ao discípulos amado, aquele que na última ceia estava recostado no peito de Jesus. E o texto do evangelho nos diz: “e, desde esse momento, aquele discípulos recebeu-a em sua casa” (Jo 19,27). Assim, também hoje, possamos receber a Virgem Maria na casa do nosso coração, para que ela seja para nós a Mãe da Ternura.

(se a novena for feita pessoalmente, faça um momento de silêncio para meditar)
(se for feita em grupo, é o momento para a partilha)

Oração do dia:

Ó Virgem da Ternura, tu que permaneceste de pé ao lado do teu Filho quando ele dava sua vida pela humanidade, ajuda-nos a também ficarmos de pé, por meio das virtudes da fé, esperança e caridade, diante dos desafios, dores e sofrimentos da nossa vida, para que assim também possamos possuir em nossas vidas a virtude da ternura. Amém. 

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo…

Consagração à Virgem da Ternura

Consagro-me a ti, ó Virgem da Ternura, tu que és a amada filha de Deus Pai, obediente esposa do Espírito Santo e mãe amorosa de Jesus. A tua íntima relação com a Trindade santa te transfigurou num grau de beleza, doçura e ternura jamais alcançados por nenhuma outra criatura do céu ou da terra. 
Ó Virgem da Ternura, tu que és bela, atrai meus sentidos, afetos e faculdades para Jesus para que assim eu possa conhecê-Lo como “Caminho, Verdade e Vida”. 
Ó Virgem da Ternura, tu que foste plenamente dócil a Deus, ensina-me o caminho da obediência ao teu Filho Jesus, para que eu possa dizer como São Pedro: “a quem iremos, só tu tens palavras de vida eterna”. 
Ó Virgem da Ternura, tu que, ao conviver íntima e profundamente com teu Filho Jesus, te tornaste toda terna, ensina-me o caminho da intimidade com Ele, para que eu também possa dizer como São Paulo: “já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”.
Por fim, ó mãe bela, doce e terna, como filho confiante na tua união com teu amado Jesus, peço a graça.... (pedido pessoal), sabendo que serei atendido conforme a vontade do Pai, que me ama e sabe o que é melhor para mim. Amém.

Pai nosso...

Ave-Maria…

Reze conosco a os outros dias da Novena: