quinta-feira, 8 de setembro de 2016

8º Dia da Novena à Virgem da Ternura


Oração de invocação ao Espírito Santo –   Rei Celeste, Espírito consolador

Rei celeste, Espírito Consolador, Espírito de Verdade, presente em toda parte e a tudo cumulando, tesouro de todo bem e fonte da Vida, vinde, habitai em nós (2x), purificai-nos e salvai-nos, ó Vós, que sois bom!

Leitura – Atos dos Apóstolos 1, 12-14  

Preparação para Pentecostes12“Então, do monte chamado das Oliveiras, voltaram a Jerusalém. A distância é pequena: a de uma caminhada de sábado. 13Tendo entrado na cidade, subiram à sala superior, onde costumavam ficar. Eram Pedro e João, Tiago e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, o Zelota; e Judas, filho de Tiago. 14Todos estes, unânimes, perseveravam na oração com algumas mulheres, entre as quais Maria, a mãe de Jesus, e com os irmãos dele”.

Meditação

Nos dias que antecederam a festa de Pentecostes, após a ressurreição de Jesus, os apóstolos perseveravam unidos em oração, mostrando o caminho para todos aqueles que desejam ser cheios do Espírito Santo. É o Espírito Santo que é capaz de nos transfigurar em Cristo e tornar toda a obra apostólica da Igreja realmente eficaz.

No meio dos apóstolos estava aquela que foi a criatura mais dócil ao Espírito Santo, a ponto de gerar Jesus no seu ser. Por isso, todos aqueles que realmente desejam ser dóceis a este Espírito, precisam desenvolver uma autêntica piedade mariana.

(se a novena for feita pessoalmente, faça um momento de silêncio para meditar)
(se for feita em grupo, é o momento para a partilha)

Oração do dia:

Ó Virgem da Ternura, tu que estiveste com os apóstolos no Cenáculo, em Pentecostes, sendo aquela que, pela oração e humildade, atraiu o Espírito Santo sobre eles (para os apóstolos), vos pedimos: intercede por nós para que a força, a luz e a unção do Espírito Santo venham sobre nós, para que, cheios de sua graça, possamos viver em plenitude nossa vocação de filhos de Deus, isto é, sermos transfigurados.  Amém. 
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo…

Consagração à Virgem da Ternura

Consagro-me a ti, ó Virgem da Ternura, tu que és a amada filha de Deus Pai, obediente esposa do Espírito Santo e mãe amorosa de Jesus. A tua íntima relação com a Trindade santa te transfigurou num grau de beleza, doçura e ternura jamais alcançados por nenhuma outra criatura do céu ou da terra. 
Ó Virgem da Ternura, tu que és bela, atrai meus sentidos, afetos e faculdades para Jesus para que assim eu possa conhecê-Lo como “Caminho, Verdade e Vida”. 
Ó Virgem da Ternura, tu que foste plenamente dócil a Deus, ensina-me o caminho da obediência ao teu Filho Jesus, para que eu possa dizer como São Pedro: “a quem iremos, só tu tens palavras de vida eterna”. 
Ó Virgem da Ternura, tu que, ao conviver íntima e profundamente com teu Filho Jesus, te tornaste toda terna, ensina-me o caminho da intimidade com Ele, para que eu também possa dizer como São Paulo: “já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”.
Por fim, ó mãe bela, doce e terna, como filho confiante na tua união com teu amado Jesus, peço a graça.... (pedido pessoal), sabendo que serei atendido conforme a vontade do Pai, que me ama e sabe o que é melhor para mim. Amém.

Pai nosso...

Ave-Maria…

Reze conosco a os outros dias da Novena:

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

5º Dia da Novena a Virgem da Ternura



Oração de invocação ao Espírito Santo:

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor.
Enviai, Senhor, o Vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra.
Oremos: Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas e gozemos sempre da sua consolação.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Leitura – Lucas 2,41-52

Jesus perdido e achado no templo41”Seus pais iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa. 42Quando o menino completou doze anos, segundo o costume, subiram para a festa. 43Terminados os dias, eles voltaram, mas o menino Jesus ficou em Jerusalém, sem que seus pais o notassem. 44Pensando que ele estivesse na caravana, andaram o caminho de um dia, e puseram-se a procurá-lo entre os parentes e conhecidos. 45E não o encontrando, voltaram a Jerusalém à sua procura. 46Três dias depois, eles o encontraram no Templo, sentado em meio aos doutores, ouvindo-os e interrogando-os; 47e todos os que o ouviam ficavam extasiados com sua inteligência e com suas respostas. 48Ao vê-lo, ficaram surpresos, e sua mãe lhe disse: "Meu filho, por que agiste assim conosco? Olha que teu pai e eu, aflitos, te procurávamos". 49Ele respondeu: "Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo estar na casa de meu Pai?" 50Eles, porém, não compreenderam a palavra que ele lhes dissera”.

Meditação

A resposta de Jesus à sua mãe: “Não sabeis que devo estar na casa de meu Pai?” (Lc 2,49), sinaliza sua identidade divina, juntamente com sua missão de Salvador da humanidade, exigindo mais uma vez da Virgem Maria e de José uma atitude de fé que supera toda a lógica humana.

A Virgem Maria entra cada vez mais na dinâmica do conhecimento do mistério de Deus revelado na pessoa de Jesus, e uma frase resume bem esse processo: “ela guardava todas as coisas no seu coração” (Lc 2,19), isto é, ela confrontava os acontecimentos de sua vida com as palavras de Jesus. Eis aí a verdadeira arte da meditação.

(se a novena for feita pessoalmente, faça um momento de silêncio para meditar)
(se for feita em grupo, é o momento para a partilha)

Oração do dia:

Ó Virgem da Ternura, tu que meditavas no coração as palavras de Jesus, ensina-nos a confrontar diariamente nossa vida com as Sagradas Escrituras, em clima de oração e docilidade à voz do teu Filho. Amém. 

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo…

Consagração à Virgem da Ternura

Consagro-me a ti, ó Virgem da Ternura, tu que és a amada filha de Deus Pai, obediente esposa do Espírito Santo e mãe amorosa de Jesus. A tua íntima relação com a Trindade santa te transfigurou num grau de beleza, doçura e ternura jamais alcançados por nenhuma outra criatura do céu ou da terra. 
Ó Virgem da Ternura, tu que és bela, atrai meus sentidos, afetos e faculdades para Jesus para que assim eu possa conhecê-Lo como “Caminho, Verdade e Vida”. 
Ó Virgem da Ternura, tu que foste plenamente dócil a Deus, ensina-me o caminho da obediência ao teu Filho Jesus, para que eu possa dizer como São Pedro: “a quem iremos, só tu tens palavras de vida eterna”. 
Ó Virgem da Ternura, tu que, ao conviver íntima e profundamente com teu Filho Jesus, te tornaste toda terna, ensina-me o caminho da intimidade com Ele, para que eu também possa dizer como São Paulo: “já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”.
Por fim, ó mãe bela, doce e terna, como filho confiante na tua união com teu amado Jesus, peço a graça.... (pedido pessoal), sabendo que serei atendido conforme a vontade do Pai, que me ama e sabe o que é melhor para mim. Amém.

Pai nosso...

Ave-Maria…

Reze conosco a os outros dias da Novena:

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

2º Dia da Novena à Virgem da Ternura


Oração de invocação ao Espírito Santo – Sequência do Espírito Santo

Vem, ó Santo Espírito 
Manda do céu a todos nós
Um raio da tua luz, um raio de luz
Vem ó Pai do pobres,
Vem, doador de tantos dons,
Luz de cada coração, dos corações.

1. Consolador perfeito,
Hóspede doce da alma,
Suave alegria, suave alegria.
Na fadiga, repouso;
No calor, restauro;
Em todo pranto, conforto,
Em todo pranto, conforto.
Vem ó Santo Espírito…

2. Luz beatíssima,
Invade os nossos corações.
Sem a tua força, nada,
Nada existe no homem.
Lava o que é impuro,
Aquece o que é frio,
Eleva o decaído,
Eleva o decaído.
Vem ó Santo Espírito…

3. Doa a todos os teus fiéis,
Que confiam sempre em ti,
Os teus santos dons, os teus santos dons. Doa virtude e prêmio,
Doa morte santa, Doa alegria eterna, Doa alegria eterna.
Vem ó Santo Espírito…


Leitura – Lucas 1, 39-45  

A visitação39 Naqueles dias, Maria pôs-se a caminho para a região montanhosa, dirigindo-se apressadamente a uma cidade de Judá. 40Entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel. 41Ora, quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança lhe estremeceu no ventre e Isabel ficou repleta do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: ‘Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto de teu ventre! 43Donde me vem que a mãe do meu Senhor me visite? 44Pois quando a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria em meu ventre. 45Feliz aquela que creu, pois o que lhe foi dito da parte do Senhor será cumprido!’”.

Meditação

Isabel proclama duas bênçãos sobre Maria, que são crescentes em importância: a primeira é sobre a maternidade física do Messias, em que ela diz: “tu és bendita entre todas as mulheres, e bendito é o filho que levas em teu seio” (Lc 1,42). Esta saudação é semelhante à da mulher que, já no tempo do ministério público de Jesus, disse no meio da multidão: “felizes as entranhas que te geraram, e os seios que te amamentaram” (Lc 11,27); ao que o próprio Jesus respondeu: “felizes antes os que ouvem a Palavra de Deus e a põe em prática” (Lc 11,28). É por isso que a segunda bênção de Isabel sobre Maria é muito mais profunda, demonstrando uma maior dignidade: “bem-aventurada és tu que acreditaste naquilo que foi dito pelo Senhor” (Lc 1,45).
A maior dignidade de Maria advém de ser ela a primeira discípula de Jesus, porque acreditou e acolheu a Palavra de Deus em sua vida. Com isso, podemos chegar à conclusão de que Maria é duplamente bem-aventurada: primeiro por ser a mãe do Messias; e segundo, porque acreditou na Palavra do Senhor, como discípula. A segunda bem-aventurança é a mais importante.

(se a novena for feita pessoalmente, faça um momento de silêncio para meditar)
(se for feita em grupo, é o momento para a partilha)

Oração do dia:

Ó Virgem da Ternura, tu que és “bem-aventurada porque acreditaste”, ajuda-nos a crescer na fé no Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo, e que esta fé nos impulsione a nos colocar apressadamente a serviço do outro.
data-blogger-escaped-comment-EndFragment
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo…

Consagração à Virgem da Ternura

Consagro-me a ti, ó Virgem da Ternura, tu que és a amada filha de Deus Pai, obediente esposa do Espírito Santo e mãe amorosa de Jesus. A tua íntima relação com a Trindade santa te transfigurou num grau de beleza, doçura e ternura jamais alcançados por nenhuma outra criatura do céu ou da terra. 
Ó Virgem da Ternura, tu que és bela, atrai meus sentidos, afetos e faculdades para Jesus para que assim eu possa conhecê-Lo como “Caminho, Verdade e Vida”. 
Ó Virgem da Ternura, tu que foste plenamente dócil a Deus, ensina-me o caminho da obediência ao teu Filho Jesus, para que eu possa dizer como São Pedro: “a quem iremos, só tu tens palavras de vida eterna”. 
Ó Virgem da Ternura, tu que, ao conviver íntima e profundamente com teu Filho Jesus, te tornaste toda terna, ensina-me o caminho da intimidade com Ele, para que eu também possa dizer como São Paulo: “já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”.
Por fim, ó mãe bela, doce e terna, como filho confiante na tua união com teu amado Jesus, peço a graça.... (pedido pessoal), sabendo que serei atendido conforme a vontade do Pai, que me ama e sabe o que é melhor para mim. Amém.

Pai nosso...

Ave-Maria...